Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

ALDEIA DE FAZAMÕES

FAZAMÕES É UMA ALDEIA DA FREGUESIA DE PAUS CONCELHO DE RESENDE DISTRITO DE VISEU

ALDEIA DE FAZAMÕES

FAZAMÕES É UMA ALDEIA DA FREGUESIA DE PAUS CONCELHO DE RESENDE DISTRITO DE VISEU

                    Contacto: jorgecramos@sapo.pt

BEM-VINDO

Cerejeiras em flôr

A AGRICULTURA EM DECADÊNCIA

14.08.08, JORGE C RAMOS
   Na Aldeia de Fazamões predominou sempre a Agricultura como principal ocupação dos seus Habitantes. Esta é uma Agricultura Restrita a alguns produtos, designadamente, o milho, o trigo, a batata, o feijão e algum centeio. No passado eram cultivadas algumas toneladas dos referidos produtos, cingindo-se, actualmente, ao consumo caseiro.                 Contudo, nos tempos que correm, este tipo de agricultura de minifúndio e pouco mecanizada é pouco rentável, (...)

A ARTE DE OLARIA E OUTRAS (BARRO PRETO)

09.08.08, JORGE C RAMOS
   Não era justo falar de Fazamões sem falar dos púcaros de barro preto: nesta aldeia havia pessoas que sabiam fazer variadas peças e tarefas desde o concertar um prato com agrafos, aguçar o ferro das pedras, fazer palhoças, polainas, tamancos, meias de lã, e até ao sapateiro e carpinteiro era a forma que encontravam para passar os dias gélidos de Inverno pois também lhes fazia falta para o dia a dia. Cada um tinha o seu fabrico para depois as comercializar, mas a pouco e (...)

PRODUÇÃO DE MADEIRA

08.08.08, JORGE C RAMOS
   A produção de madeira é também uma fonte de receita bastante importante para os habitantes desta Aldeia. Existem diversos tipos de árvores como o amieiro, o salgueiro, o carvalho e o pinheiro, predominando o castanheiro. "OS PAUS" deste último são os mais procurados pelos comerciantes de madeira e, também, os mais rentáveis pois, durante o período de crescimento, vão produzindo a castanha, tão apreciada nas grandes (...)

FAZAMÕES PASSADO E PRESENTE

07.08.08, JORGE C RAMOS
   Fazamões sendo uma aldeia do interior como tantas outras, tem tido algum progresso, quer pelo investimento privado, no que se refere a construção ou reconstrução de habitações, quer pelo investimento do poder local, na melhoria das infra estruturas, designadamente na pavimentação dos caminhos e no entubamento dos regos de água.    Aquilo que era ou parecia uma calçada romana passou a ser um caminho com pedras mais ou menos alinhadas; a água que corria a céu aberto nos (...)

ESCOLA DE FAZAMÕES

06.08.08, JORGE C RAMOS
   Era na escola primária, agora ensino básico, que começávamos a enriquecer intelectualmente e a adquirir conhecimentos que nos serviam para toda a vida .    Actualmente, começa na pré-primária, porque há umas décadas atrás a pré-primária dos alunos, desta e tantas outras escolas deste país, eram campos de milho de trigo e passar o tempo palmilhando caminhos e terrenos a que podemos chamar conviver com a Natureza.    Esta escola era conhecida por "Casa (...)

SINAIS DO PROGRESSO

05.08.08, JORGE C RAMOS
Duas realidades lado a lado, os quinteiros que durante centenas de anos  foram utilizados para guardar o carro das vacas do temporal, servem agora como garagem para o automóvel, tão imprescindível actualmente, como era o carro das vacas para os trabalhos do campo - é o progresso.

CICLO DOS TRABALHOS AGRÍCOLAS

04.08.08, JORGE C RAMOS
INÍCIO DO NOVO ANO AGRÍCOLA  Este post tem como objectivo recordar para aqueles que nasceram numa aldeia agrícola e dar a conhecer a todos os outros, como é o trabalho no campo e as suas várias fases ao longo do ano que tem como início as sementeiras:   AS SEMENTEIRAS                                         Setembro/Outubro     É com as sementeiras que se dá início ao ano agrícola. Era neste período que os novos caseiros tomavam (...)

A IDA PARA A SRA DOS REMÉDIOS

23.07.08, JORGE C RAMOS
       Aproxima-se o dia 7 de Setembro, dia conhecido em Fazamões como o dia da ida para a Sra. dos Remédios. Este dia nunca passava despercebido; desde muito cedo que começavam a passar pessoas vindas dos lados de Resende e Felgueiras, com destino a Lamego, quase convidando os habitantes de Fazamões para também eles se juntarem à festa que ficava a umas três horas de caminho. Depois de um dia de trabalho árduo, lá iam mais uns quantos à noitada para regressarem na tarde (...)

APANHA DA CASTANHA

22.07.08, JORGE C RAMOS
                   Com a chegada do Outono, começa a apanha da castanha cuja queda é provocada pelo vento que se começa a notar nesta altura do ano. É uma grande ajuda para os ouriços começarem a cair do castanheiro, embora alguns ouriços abram na própria árvore, caindo só a castanha. (...)

MONTE DE S. CRISTOVÃO

22.07.08, JORGE C RAMOS
   O monte de S. CRISTÓVÃO é um local onde, todos os anos, no dia 25 de Julho, se realiza a festa religiosa em simultâneo com a feira de gado, com uma grande afluência das populações vizinhas. É um ponto privilegiado para desfrutar da beleza da sua paisagem, considerando a sua altitude, perdendo-se o olhar no horizonte.    S. CRISTÓVÃO é também um ponto de referência, no que toca às condições meteorológicas, pois quando há nevoeiro  diz-se logo que S. (...)

MATANÇA DO PORCO (Matação)

21.07.08, JORGE C RAMOS
A matança do porco realiza-se em pleno Inverno, no mês de Dezembro; é uma tradição enraizada nos meios rurais e esta Aldeia não foge à regra. O porco era comprado com alguns meses de antecedência, e durante esse tempo era-lhe dado alimento para que atingisse o maior peso possível. Era a forma que as pessoas encontravam para que pudessem ter carne para todo o ano, e praticamente todas as partes do porco eram aproveitadas. Após a matança, o porco é dividido em pequenas partes (...)

NOTICIAS DE FAZAMÕES

31.08.06, JORGE C RAMOS
      Todas as casas de habitação da Aldeia de Fazamões e da Freguesia de Paus, passaram a ter o número policial, tornando assim mais fácil a sua identificação.              Foram nomeados os mordomos de Sto. António por Fazamões Alcídio e Joaquim por Lisboa, Álvaro e Dimas.         O Partido socialista mantém-se à frente  dos destinos da C.M. de Resende e vence também na Junta de Freguesia de Paus (...)